Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
  • Boa tarde, Seja Bem Vindo(a)!

Grão Mogol sedia maior evento de turismo de natureza do país

Durante quatro dias, Grão Mogol foi palco do Abeta Summit 2023 – 20º Congresso Brasileiro de Ecoturismo e Turismo de Aventura, que ocorreu de 25 a 28 de outubro. O Abeta Summit é considerado o principal encontro da cadeia produtiva do turismo de natureza no Brasil.
Durante o evento, representantes do governo, empresários, especialistas do setor e viajantes falaram sobre perspectivas para o futuro do turismo de natureza do Brasil, destacando roteiros fora dos grandes centros e projetos turísticos que atuam para a transformação econômica e social do país. Ainda fizeram parte da pauta a redução das emissões de carbono, a preservação dos geoparques brasileiros e o uso de inteligência artificial no turismo. Apresentaram-se palestrantes de renome nacional e internacional, como o dinamarquês Peter Kronstrøm, diretor do Horizons Institute e fundador do Future Lounge.
O Abeta Summit 2023 também sediou a 3ª edição da Exposição de Destinos (Re) Descobrindo o Brasil. Instalado no ginásio poliesportivo da futura Escola Técnica de Grão Mogol, o enorme espaço apresentou atrações naturais e lugares ainda pouco conhecidos. No local, foi possível experimentar simuladores de atividades de aventura, como a Tirolesa de Bike, no estande da empresa Natural Extremo, de Santa Catarina e o voo de parapente no Pico da Ibituruna, no estande no município de Governador Valadares, além de conhecer roteiros ecoturísticos de todas as regiões do país.
Foram mais de 52 horas de conversas, oficinas, mesas de negócios e mais de 70 palestrantes convidados, além de espaço para apreciar a gastronomia local, que une traços da culinária mineira e baiana.
Também aconteceram excursões para turismo de aventura nas belezas naturais da Cordilheira do Espinhaço.

Potencial enorme
O diretor Executivo do Abeta, Luiz Del Vigna, diz que o evento em Grão Mogol superou, e muito, as expectativas. “É uma região riquíssima para o turismo de natureza e aventura. Potencial enorme, mas com estrutura ainda incipiente. Para se ter ideia, apesar de termos um número limitado de congressistas – cerca de 300 -, lotamos todas as hospedagens em Grão Mogol, necessitando abrigar pessoas em Cristália, Botumirim e até Francisco Sá. Mas eventos como este são importantes para darmos visibilidades a estes tesouros, ainda pouco conhecidos. A demanda que virá, com certeza viabilizará mais infraestrutura”, avalia.
Para o prefeito Diêgo Antônio Braga Fagundes, o evento foi mais uma etapa para incluir Grão Mogol e a Cordilheira do Espinhaço no cenário nacional e internacional de turismo. “Desde que assumimos, não aceitamos relegar Grão Mogol, com toda a sua riqueza histórica e natural, a um turismo regional de final de semana. Investimos na divulgação em todo o Brasil e já estamos colhendo os frutos. E mais coisas boas virão”, afirma.